Opinião: Segurança e saúde no trabalho, um verdadeiro desafio para as Organizações

LinkedIn0FacebookTwitterGoogle 0Se de início foi considerada uma imposição legal e um encargo para as empresas, hoje os gestores

0
0

Se de início foi considerada uma imposição legal e um encargo para as empresas, hoje os gestores olham para o tema de outra forma, percebendo que estes serviços são uma ferramenta fundamental para prevenir paragens, custos, acidentes e incidentes.

(*) Nuno Figueiredo

A saúde e a segurança são dois serviços que, dentro das organizações, funcionam, desde sempre, em paralelo, de forma a garantir condições de trabalho capazes de manter um nível de saúde dos colaboradores de uma empresa. Assim, a Saúde e Segurança no Trabalho (SST) representam um verdadeiro desafio para a gestão das organizações, independentemente da sua dimensão.

Ao longo dos anos, o sector de SST em Portugal, tem vindo a assumir uma importância cada vez maior. Se inicialmente foi considerado como uma imposição legal e um encargo a suportar pelas empresas, atualmente, os gestores olham para esta questão de outra forma, pois foram percebendo que estes serviços são uma ferramenta fundamental para prevenir paragens, custos, acidentes e incidentes.

Neste sentido, em Portugal, a legislação colocou a ênfase na Prevenção, incentivando as empresas a desenvolverem e implementarem planos ou sistemas de Saúde e Segurança no Trabalho, que abrangessem todos os seus trabalhadores, cumprindo os princípios essenciais de prevenção e beneficiando, simultaneamente, as organizações e os seus colaboradores.

Desta forma, é aqui que a tecnologia surge enquanto ferramenta essencial para auxiliar as empresas a melhorar os seus índices de desempenho de saúde e segurança. No entanto, para tal, importa que os gestores tenham, primeiro, consciência da importância de investirem em tecnologias de gestão, que lhes possibilitem fazer a gestão de todos os processos associados à Segurança e Saúde no Trabalho, facilitando assim o dia a dia de todos os intervenientes nestes processos.

Mas… Qual é de facto a relação entre o software de gestão e o sector da SST? A função do software de gestão, enquanto tecnologia, é harmonizar todos os processos relacionados com as certificações ou cumprimento de todas as normas obrigatórias com vista a garantir a todos os colaboradores segurança no seu posto de trabalho. O software de gestão tem assim como objetivo fornecer todo o apoio necessário aos responsáveis que gerem estes dossiers dentro de uma organização. Uma solução adequada, mais do que reduzir custos, possibilita também maximizar e agilizar os processos de Medicina e Segurança no trabalho.

As dimensões, entre outras possíveis, em que as soluções deverão funcionar de forma eficaz, para agilizar os processos, prendem-se com a Gestão Integrada de Clientes, a gestão de alertas e de marcações e, por último, com a elaboração do relatório único anual, de cariz obrigatório, e para o qual podem proporcionar a listagem de dados estatísticos a serem apresentados à ACT pela empresa cliente. Uma outra vantagem, está relacionada com a comunicação, em tempo real, de todos os dados da organização à gestão para assim se conseguir corrigir ou evitar potenciais problemas com a segurança dos colaboradores de qualquer organização. Do lado da solução, estas são algumas das principais preocupações dos profissionais que devem ser endereçadas em termos de funcionalidades. Enquanto que do lado da utilização da solução no terreno, esta deve ser capaz de responder às necessidades de funcionar em ambiente cloud, ser adaptável a pequenas e grandes empresas, cumprir a legislação e requisitos legais e permitir o acesso multi-dispositivo.

O desafio para o software de gestão de SST passa assim por agilizar e standardizar os processos administrativos, sendo que, para tal, deverão ser capazes de realizar ações como, por exemplo, a marcação de consultas e exames ou, simplesmente, ajudando na gestão do horário de todos os colaboradores.

Adicionalmente, até porque as funções de um software de gestão são tipicamente escaláveis, poderá optar-se pela evolução da solução implementada para ser ela própria a organizar consultas médicas. Paralelamente, estas soluções tecnológicas irão ter um contributo significativo para a simplificação do peso administrativo de todos os processos legais organizacionais, nomeadamente na gestão de agendas de profissionais, cadências legais de visitas de Segurança no Trabalho facilitando um processo, que é só por si, extremamente complexo e moroso.

Por fim, importa salientar que o objetivo do software de gestão centra-se precisamente em apresentar-se como um mecanismo de apoio para toda a organização respeitar os processos necessários e tornar assim mais céleres todos os processos de certificação para a SST. Desta forma, atualmente, já só não é essencial ter consciência da importância de um software de gestão, como é urgente implementá-lo o quanto antes.

Nuno Figueiredo – Board Member da Ábaco Consultores

Originalmente publicado na SAPOTEK a 30 de Maio de 2018: http://bit.ly/2sXKwRx

Leave a Comment

Subscribe!